Progressistas vs Conservadores

alternância-de-poder-conservadorismo-progressismo

Há algum tempo, fiz um texto falando sobre as diferenças entre direita e esquerda. Para isso, eu procurei fazer uma uma pequena retrospectiva sobre esses dois conceitos, como surgiram e como eles foram se alterando e se adaptando ao longo da História.

Esse tipo de retrospectiva é importante pois mostra que, longe de serem elementos com uma definição única e imutável, direta e esquerda são, na verdade, conceitos que foram alterando seu significado de acordo com os contextos de cada época e local. Isso se deve a duas razões: primeiro por esses dois conceitos estarem relacionados muito mais à uma dimensão ético-moral do que algo com um significado exato. Basta pensar na clássica definição de Deleuze que o de Esquerda é aquele que pensa no outro antes de si mesmo, colocando uma forte ênfase moral e quase missionária sobre quem se posiciona como sendo de esquerda.

Em segundo lugar, porque pelo próprio caráter relativista do conceito, não existe uma “esquerda” propriamente dita, mas apenas elementos que estariam mais ou menos à sua esquerda. O PT, por exemplo, se considera mais de esquerda do que o PSDB, enquanto o PSOL certamente se considera mais de esquerda do que o PT. Já o PSTU e PCO certamente se consideram mais de esquerda do que o PT e o PSOL e assim por diante.

Por esse motivo, embora os conceitos de esquerda e direita sejam muito interessantes para a construção da identidade de um indivíduo ou instituição, e para quem procura se localizar ideologicamente em um determinado ambiente político ou em um equilíbrio de grupos de interesse, eles acabam não sendo muito úteis para aquelas pessoas interessadas em um diagnóstico claro sobre os méritos das ideias que estão em discussão.

Por esse motivo, muitas vezes prefiro evitar esquerda e direita para descrever um determinado cenário político em prol de uma outra terminologia:Progressistas vs Conservadores.

(more…)